2011

by catarina clemente

Em 2010 aprendi, por experiência, que não devo (nem quero) viver em função da opinião de terceiros. Que há momentos em que posso decidir que os sentimentos se devem sobrepor às convenções. Que é leviano condenar alguém sem lhe conhecer a vida em detalhe (e geralmente não se conhece). Que a amizade é a forma mais sublime de amar e ser amada. E que é na adversidade que se distinguem os amigos. Que há quem não partilhe o meu sangue e, ainda assim, seja família. Que há respostas que só o tempo fornece. Que a pessoa que me agride, pode ser a única que me compreende. Que de todos os valores, o que mais estimo é a paz.

Mesmo que por tentativa e erro, espero que 2011 me dê, pelo menos, outras tantas oportunidades de aprender.

A todos os que por aqui passam, desejo um Feliz 2011!

Advertisements