chá

interiors. ideas. emotions. life.

Month: October, 2011

floresta encantada

The universe is full of magical things patiently waiting for our wits to grow sharper.

– Eden Phillpotts

 

pallete color

A inspiração está em toda a parte.

confortos de uma quarta feira cinzenta

O Outono decidiu, finalmente, brindar-nos com um dia característico desta estação do ano. Se não houver exageros, sabe bem.

Em dias assim, quando estou fora de casa, gosto de olhar para as janelas com luzes acesas e perceber pequenos detalhes de conforto nas casas dos outros: um compartimento à média luz, um candeeiro de mesa, um televisor ligado… e aquele bem-estar contagia-me.

Mas confesso: prefiro a perspectiva contrária. Enquanto lá fora o vento e a chuva fustigam as janelas, cá dentro tudo é aconchego.

O Scott e o Doggy, depois de um banho quente e da brincadeira da bola (da qual são ambos praticantes histéricos) adormecem no sofá. Eu faço uma pausa para chá que acompanho com o melhor queque de maçã do mundo (hoje fizeram-nos em forma de bolo de arroz) e que, para meu azar, se vende aqui  à porta de casa. Uso o açucareiro que veio do sótão da minha avó tal como as mantas de farrapo que agora protegem os sofás. Porque estar rodeada de objectos com significado acrescenta conforto.

i love industrial

Com um bocadinho de rosa a menos, seria perfeito.

via marjan elamaa

pequenos prazeres

1.Ler poesia.

2. Descobrir fragmentos cerâmicos antigos enquanto caminho.

3. Ir à praia num dia de Inverno soalheiro.

4. Procurar semelhanças físicas entre pessoas da mesma família.

Pequenas coisas que me fazem feliz [e que nem a crise nem dois subsídios a menos me impedem de ter]. A ideia é daqui .

on the birth of a son

Todos desejamos ter um filho inteligente;
no entanto, a inteligência fez-me perder a vida.
Agora quero um menino ignorante e estúpido:
sem dificuldades chegará a ministro.

Su Shi, poeta chinês do século 11

Ao contrário do poeta, eu não só desejo um filho inteligente como desejo que ele nunca seja ministro. Nunca antes a política me provocou tantas náuseas. Infelizmente não é nojo que se deva à gravidez.

sorvete de banana

Contra o calor fora de época que a nós nos deixa de rastos, e às bananas demasiado maduras, nada melhor que um sorvete de banana. Fiz no fim-de-semana, usando esta receita. Para quem, como eu, não tiver sorveteira, o truque é ir batendo o sorvete mais ou menos de meia em meia hora para quebrar os cristais de gelo.

life is art

daqui

a varanda

Foi preciso chegar Outubro para decorarmos a nossa varanda de modo a tirarmos partido dela. Até agora tinha servido para pouco mais do que estender roupa.

Duas peças de deck em material compósito (Le Roy Merlin), um conjunto de mesa e cadeiras roxo (Ikea), duas floreiras metálicas feitas à medida por um amigo, 10 kg de seixo branco e algumas plantas depois, damos o assunto por encerrado. Até porque 2 metros quadrados não dão para muito mais.

Agora é usufruir. Ainda mais porque as temperaturas, pouco habituais nesta época do ano, pedem por jantares no exterior.

o primeiro filho

“Deslumbramento!… ver num berço o teu futuro
Sorrindo ao teu presente!…
Ter a mulher e a mãe: juntar o beijo puro
Com o beijo inocente!…”

“Deslumbramento” foi a palavra escolhida por Guerra Junqueiro para descrever a emoção de ver nascer o primeiro filho. Se tudo correr bem, em Maio saberemos como é.

A história deste filho, desde o início, tem vindo a ser contada aqui.