the “do not buy” list

by catarina clemente

Tenho cada vez mais aversão (para não dizer repugnância) ao “comprar por comprar”. Por todos os motivos (económicos, ambientais, morais, etc., etc.) e mais um: não me posso dar ao luxo de acumular em casa tralha de que não preciso. Aliás, há muito que deixei de comprar roupa, sapatos ou seja o que for só porque sim. Faço-o apenas quando realmente preciso e tenho o cuidado de procurar exatamente o que quero de maneira a evitar monos que depois não uso. Por isso, achei piada a esta lista de 10 coisas que não é necessário comprar para o bebé.

Não concordo com todas as sugestões, tenho dúvidas em relação a outras mas, definitivamente, não vou gastar dinheiro com:

– Aquecedor de toalhitas. (Julgo que dispensa comentários…)

– Balde do lixo para fraldas. (Já temos dois baldes do lixo em casa, fora o saco da reciclagem!)

– Trocador de fraldas. (Pergunto-me como é que a minha geração sobreviveu à infância sem esse trambolho “indispensável”…)

– Calçado de sola para recém-nascido. (O facto de os recém-nascidos não caminharem parece-me uma boa justificação.)

Alguém se lembra de outras inutilidades?

Advertisements