chá

interiors. ideas. emotions. life.

Month: March, 2012

march photo a day review

march photo a day

excluindo um ou outro dia, foi uma experiência interessante. pelo desafio de não desistir e pela oportunidade de registar imagens que, de outro modo, dificilmente me teria lembrado.

em abril, vou optar por não seguir um guião rígido. é provável que seja o mês do nascimento da Carmo e eu pretendo, para memória futura, captar o maior número possível de momentos diários, de forma natural, sem estar presa a temas previamente definidos. de câmara em punho e um barrigão impossível chegarei ao fim desta gravidez. pelo menos, assim espero.

[para quem quiser alinhar no desafio de abril, o roteiro já está.]

os equídeos, as cavalgaduras e os ecos que partem a galope

Essas palavras secas e sem rédeas, bater de cascos incansável.

– sylvia plath

a photo a day 31.03.2012

day 31: where you relax[where you relax]

banheira. água quente. média luz. um livro. às vezes uma vela acesa. silêncio. os cães, quase sempre, enrolados no chão a dormir.

a photo a day 30.03.2012

day 30: toy[toy]

o mau feitio anda sempre comigo, que é como quem diz, trago-o sempre na carteira. (agora que contei o segredo, é natural que ele apareça mais vezes.)

homespun

a house is a home when it’s homespun

homespun é um termo que se refere a um tipo de tecido grosseiro, feito em casa e, por isso, é também sinónimo de simples, caseiro, despretensioso. na decoração de interiores define um estilo que se carateriza por elementos simples e artesanais, padrões que não combinam, móveis em segunda mão, objetos vintage e muita cor. mesmo para quem não se dá bem com os excessos de cor retratados nas últimas 3 imagens parece-me que, ainda assim, há neste estilo muito a considerar. para saber mais, é espreitar o novo livro de selina lake ou ler a entrevista que ela deu aqui.

Source: flickr.com via Catarina on Pinterest

a photo a day 29.03.2012

day 29: feet[feet (ou, neste caso, my feet don’t fit)]

estar grávida (também) é ir buscar os sapatinhos de cinderela, perceber que não há a mínima chance de lá enfiar os pés transformados em abóboras, e acabar por sair com chinelos de dedo. feliz da vida.

a ver

as pessoas que me interessam, agora em filme.

pink, it was love at first sight

logo eu que tenho a mania que não gosto muito de cor-de-rosa (*) e vai-se a ver e afinal parece que sim.

vi esta imagem no april and may e pus-me a pensar na quantidade de móveis do género que para aí andam, de madeira escura, com verniz a mais e charme a menos, e que podiam ganhar nova vida com uma boas pinceladas de rosa e uns puxadores da zara home.

pink, it’s my new obsession, yeah , pink, it’s not even a question…

Source: aprilandmaystudio.blogspot.pt via Catarina on Pinterest

 (*) de acordo com a nova macacada ortográfica, cor-de-rosa escreve-se com hífen, por causa da consagração pelo uso. cor de laranja não, porque lhes apeteceu.

a photo a day 28.03.2012

day 28: trash[trash]

um catálogo de cores, encontrado numa fiação abandonada. um esticador/isolador (?) antigo em porcelana, resgatado de um monte de pedras provenientes de uma demolição. um pedaço de madeira, marcado com o algarismo “2”, apanhado do chão num parque de estacionamento desativado. diversos fragmentos cerâmicos descobertos em vários sítios por onde passeei. um frasco de café (aqui apenas a tampa) encontrado no sótão da minha avó, que agora serve de açucareiro. lixo para quem abandonou ou deitou fora. objetos dos quais dificilmente me vou desfazer.

day 28: trash
day 28: trash
day 28: trash

da minha ignorância

desconhecia que, no terceiro trimestre, algumas grávidas desenvolvem uma espécie de tendinite para lhes massacrar o pulso e o polegar.

desconhecia, mas o meu corpo fez o favor de me informar.