chá

interiors. ideas. emotions. life.

Month: June, 2012

o nosso pequeno alfabeto: E e F

e é paraele e ela
f é para… família

ele e ela

25.06.2012

Advertisements

o nosso pequeno alfabeto: D

d é para… docinho

o nosso pequeno alfabeto: C

c é para… colo, carinho e coração

13.06.2012
13.06.2012
13.06.2012

may giveaway ** resultado**

antes de mais, agradeço a participação de todas. partilharam-se aqui diversas coisas de que, julgo, todas sentimos falta… a despreocupação, o tempo livre, a segurança de brincar na rua, os avós… sempre os queridos avós…
mas confesso que adorei a história de “andar na parte de trás do carro, sem cintos de segurança (…) tudo bem espremido e depois quando vinha uma curva atirávamo-nos todos para cima do desgraçado junto da janela.” quem é que não fez isto? perdia-se em segurança rodoviária, mas ganhava-se em paródia…

e agora chegou a hora de revelar a vencedora.

**

1- joana [tinta e linha]
2- rita [libertare]
3- dulce [koklikô]
4- alexandra
5- maria [anjos, estrelinhas e manas]
6- raquel
7- sílvia silva [raparigas como nós]
8- andrea freitas
9- ana [ana e os viraventos]
10- sandra [retalhos da memória]
11- sofia silva
12- joão [thirteen factory street]
13- inesn [a ervilha]
14- ana f.
15- carla [jardim de algodão doce]
16- adriana [uma de mim]
17- sofia [redonda ou quadrada?]
18- inês [menina azelha]
19- graça
20- calita [panados e arroz de tomate]

**

parabéns, graça!!

o nosso pequeno alfabeto: de A a B

a é para… amor e abraços apertadosA

b é para… bebé, bochechas e beijinhos40 days

não despertes o que não podes calar

não devias empurrar fogo tão solitário
sob os umbrais de uma morada
nos carreiros que vão dar aos montes
sairás ainda em súplica
quando os incêndios ignorarem a ameaça
da tua vassoura de giestas

a sombra uma vez avulsa
não retorna a mesma

não despertes o que não podes calar

– josé tolentino mendonça

da genética

procuram-se semelhanças entre o bebé número 1 e os bebés números 2 e 3. mais se informa que, a existirem, tais semelhanças não são mera coincidência.
já agora, para quem achar piada a estas habilidades da genética vale a pena espreitar o projeto portraits génétiques.
da genética

Portrait génétique from Ulric Collette on Vimeo.

com cheirinho a alfazema

com um destes tecidos, a minha mãe fez uma almofada de alfazema para a carmo – consta que tem efeito calmante sobre os bebés. à noite, aconchego-a naquele cheirinho e, enquanto mama, leio-lhe uma história*. haverá melhor maneira de adormecer? pelo ar de satisfação, parece que não.

*há quem ache que só vale a pena ler para os bebés a partir dos 6 meses e quem, como eu, ache que nunca é cedo para começar (cheguei a ler-lhe antes de ela nascer). e vocês? a partir de quando começaram a ler para os vossos meninos?
uma história e um cheirinho a alfazema