praia fora de época

by catarina clemente

gosto da praia assim. vazia, fria, cinzenta, abandonada, quase virgem. gosto de descobrir os objetos arrastados pelo mar, com as cores já esbatidas pela luz solar e a textura amaciada pela areia e pelas ondas. podia passar horas nisto.
não deixo de me surpreender com a variedade de coisas que dão à costa: artigos relacionados com a atividade da pesca, madeira sob as mais diversas formas, garrafas (nenhuma com mensagem dentro), peças de plástico de toda a cor, feitio e proveniência e desta vez uma construção curiosa, certamente obra de quem também terá achado graça à parafernália.
fomos com o intuito de recolher algumas madeiras para reciclar mas acabei por trazer mais uma coisita ou duas. depois mostro.aquela praiaaquela praiaaquela praiaaquela praiaaquela praiafotografia: pedro martins

Advertisements