chá

interiors. ideas. emotions. life.

Category: Reflexão do Dia

fim. princípio

2015 fica, para mim, como um ano de trabalho. demasiado trabalho. trabalho que me roubou tempo, energia e humor para além do razoável. trabalho que tomou o lugar de coisas (e pessoas!) que deviam ter sido mais importantes. o meu desejo, para 2016, é recuperar o equilíbrio. um ano feliz para todos!fim de ano

Advertisements

o mercadito da melinda

um texto da belinda, que não pude deixar de partilhar:

“Depois de ver algumas fotos do mercadito da carlota, fico a pensar que a “crise” não é para mim sinónimo de ajudar quem mais precisa ou de pedir a quem mais tem. Quem precisa vai continuar a pedir e quem não precisa vai continuar a consumir.
“Vamos ali comprar um vestido da Knot e levamos um frasquinho de grão para os mais necessitados.” Que estranho conceito de solidariedade. Eu posso consumir o que me apetecer mas tu limitas-te a pedir alimento.
A “crise” deveria ser um meio para as pessoas evoluírem, se tornarem mais conscientes, mais ligadas à natureza e menos ligadas aos bens materiais. A crise deveria fazer com que partilhássemos um carro, uma casa, uma sopa, um brinquedo, umas meias, um abraço. Não, a crise faz com que os que têm mais dêem aos que têm menos. E assim todos uns acima dos outros. Eu tenho e tu não.
A minha filha não usa roupas do mercadito da Carlota, usa roupas usadas por outras crianças, usa roupas feitas pela avó com restos de outros tecidos, usa, uma ou outra vez, roupas que a mãe compra, mas não tem tudo de marca e muito menos tem o que está na moda. E assim tem sido com livros e brinquedos, de outras crianças e para outras crianças. Não é uma questão de “crise” é uma questão de expansão da consciência.
Certo que, esta é apenas a minha forma de evolução e a minha forma de educar uma criança. E, como todos sabemos ninguém está certo e ninguém está errado, as pessoas vivem da forma que muitas vezes escolhem. Eu escolho viver assim. Com pouco de tudo e muito de nada.”

don’t miss the point

“living the slow life is not about finding methods to save time, it is about discovering new ways to appreciate and enjoy time”

–  jorg&olif the slow life company
life

o melhor conselho que li até hoje sobre ser mãe mas que serve para tudo o resto

Não leves a vida tão a sério. Descomplica! Desencuca! Aprende! Vive! Faz e acontece às coisas! Sorri, dizem que é um bom remédio. No final, morremos todos! Queres gastar tempo com porcarias? Mesmo?

daqui via rita domingues

reflexão do dia

pena que as fotografias não guardem aromas… as saudades que eu vou ter deste cheirinho a bebé.

chickpea details

reflexão do dia

“Porquê scott e doggy e não scoggy e dott?”

– um amigo,  a ver os cães

reflexão do dia

o problema do inverno, das lareiras e dos romances-de-água-com-açúcar lidos de mantinha nos pés é que pedem demasiadas bolachas a acompanhar.

reflexão do dia

o são valentim cheira a plástico.