bedroom: work in progress

by catarina clemente

Vários meses depois, e já numa casa diferente, a questão da cama foi resolvida. A ideia inicial, de utilizar paletes como base para o colchão, foi abandonada em favor de um sommier. Ainda assim, manteve-se o objectivo de utilizar uma porta antiga como cabeceira.

Como é evidente, foi necessário esperar (pacientemente!) até que a porta perfeita fosse encontrada. Finalmente, aconteceu.

Esta porta tem uma altura muito próxima da largura do colchão, 1,40m – o que não é habitual – e está pintada de um cinzento claro, exactamente a cor que eu procurava. A pintura danificada dá-lhe o indispensável toque shabby, enquanto o puxador simples evita um estilo demasiado romântico em favor de um ligeiramente industrial. Gosto muito.

Advertisements