chá

interiors. ideas. emotions. life.

fim. princípio

2015 fica, para mim, como um ano de trabalho. demasiado trabalho. trabalho que me roubou tempo, energia e humor para além do razoável. trabalho que tomou o lugar de coisas (e pessoas!) que deviam ter sido mais importantes. o meu desejo, para 2016, é recuperar o equilíbrio. um ano feliz para todos!fim de ano

minimalismo

Minimalismo
o processo é lento. como são todos os processos que envolvem mudanças atitudinais profundas. comprar menos e possuir menos representa um exercício constante, consciente e intencional  de comedimento e racionalidade crítica. o resultado, porém, é extremamente libertador.

já cá estamos, avô

muito ainda está por fazer, mas cumprimos a promessa: estamos cá. a casa tem gente dentro, outra vez.
o telefone voltou a tocar, as luzes voltaram a acender-se, a loiça voltou a sair dos armários… a casa voltou a ser casa.
a memória dos meus avós está presente em toda a parte, numa saudade difícil de explicar. o sentimento de perda mistura-se com o orgulho de cuidar do que eles deixaram. tirar o pó e voltar a usar, ganhou sentido de missão.
a história de uma casa recomeça aqui.
já cá estamos

zucchini noodles

zucchini noodles

um vício recente.

preparação (1 porção)

1. numa frigideira , coloco uma colher de sopa e azeite e uns pedacinhos de bacon fumado (50 g). deixo fritar ligeiramente.
2. junto cogumelos frescos laminados (30 g), mexo e deixo fritar mais um pouco.
3. junto a curgete a ralada em juliana (150 g) e deixo cozinhar uns minutos. deve ficar al dente.
4. retiro para o prato e polvilho com mozarella ralado (30g).

dados por porção
376 kcal; lípidos: 31,4 g; hidratos de carbono: 6,9 g; proteínas: 17,8 g

bolo de beterraba com cobertura de amendoim

bolo de beterraba com cobertura de amendoimapesar de ter reduzido drasticamente o consumo de hidratos de carbono e de, praticamente, ter eliminado o açúcar refinado da minha alimentação, não consigo abdicar de um fatia de bolo. desta vez, experimentei uma receita com beterraba e uma cobertura de manteiga de amendoim. fica um bolo muito aromático, húmido e (mesmo com apenas uma colher de mel), doce o suficiente. fica a receita.

ingredientes (bolo)

370 g de beterraba cozida
50 g de coco ralado
60 g de amêndoa moída
80 g de leite de coco
20 g de cacau magro em pó
30 g de mel
4 ovos grandes
1 colher de chá de fermento
1 colher de chá de extrato de baunilha
1 pitada de sal
óleo de coco para untar a forma

 

ingredientes (cobertura)

40 g de manteiga de amendoim
10 g de óleo de coco
5 g de cacau magro em pó

preparação:
1. Aquecer o forno a 180º. Com óleo de coco, untar uma forma de bolo inglês, forrar com papel vegetal e voltar a untar.
2. Ralar a beterraba e misturar com a amêndoa moída, o coco ralado, o leite de coco, o mel e as gemas. Mexer até ficar homogéneo. Adicione a baunilha e o fermento. Mexer de novo.
3. Bataer as claras em castelo firme. Juntar à mistura anterior e envolver suavemente.
4. Colocar na forma e levar ao forno pelo menos 40 minutos. Verifique a cozedura com um palito ou com um fio de esparguete. Retirar do forno e deixar arrefecer.
5. Preparar a cobertura misturando a manteiga de amendoim, o óleo de coco e o cacau. Mexer bem. Desenformar o bolo e cubrir com o preparado.

porções:
11 fatias

dados por porção
164 kcal; lípidos: 12,4 g hidratos de carbono: 8,5 g; proteínas: 5,7 g

bolo de curgete e cacau

Bolo curgete e cacau

ingredientes

300 g de curgete ralada
4 ovos
3 tâmaras
30 g de mel
70 g óleo de coco
70 g amêndoa moída
2 colheres de sopa de sementes de chia
2 colheres de sopa de cacau magro em pó
2 colheres de chá de extrato de baunilha
2 colheres de chá de fermento químico
5 g de coco ralado reduzido a pó

preparação

1. Aquecer o forno a 180º C. Com óleo de coco, untar e forrar com papel vegetal uma forma de bolo inglês.
2. Bater todos os ingredientes no liquidificador (ou com a varinha mágica), exceto o fermento e o coco ralado.
3. Adicionar o fermento e envolver.
4. Levar ao forno pelo menos 40 minutos, Ir verificando a cozedura com um palito ou com um fio de esparguete.
5. Desenformar, polvilhar com o coco.

Servir fresco, acompanhado de uma colher de iogurte grego natural.

porções
11 fatias

dados por porção
154 kcal; lípidos; 12,5 g; hidratos de carbono: 6,9 g; proteínas: 4,8 g;

três!

três!
três!
três!

trufas sem açúcar

durante todo o mês de março não comi açúcar. e o que é curioso com o açúcar é que quanto menos comemos, menos necessidade sentimos dele. (o inverso também é verdade.) de modo que entrámos em abril e eu mantive a abstinência.
mas embora passe bem sem o sabor doce não dispenso um “miminho” a seguir à refeição. por isso tenho feito algumas experiências de sobremesas sem nenhum tipo de adoçante. hoje fiz umas trufas com queijo quark e manteiga de amendoim, que depois envolvi em cacau amargo. precisam de alguns ajustes, sobretudo ao nível da textura, mas dão muito bem aquela sensação de satisfação que preciso para dar a refeição por encerrada.

trufas sem açúcar

uma tarde de sol

enquanto as bonecas fizeram um piquenique, a carmo fez bolas de sabão.
e aproveitámos o sol.
saída com as bonecas saída com as bonecas saída com as bonecas saída com as bonecas saída com as bonecas

uma espécie de caça ao tesouro

é tão fácil fazer uma criança feliz!!! eggs hunt eggs hunt eggs hunteggs hunt

Follow

Get every new post delivered to your Inbox.

Join 106 other followers